Thais Godinho: uma Vida Organizada com o Evernote

Dicas e Histórias

Thais Godinho: uma Vida Organizada com o Evernote

Escrito por Evernote , em 15 abr 2014

Escrito por Evernote , em 15 abr 2014

A Thais Godinho é bem conhecida no meio digital por causa do seu blog de organização, o Vida Organizada. Ela que é publicitária e especialista em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais, hoje vê o seu talento para criar processos que ajudam a melhorar a produtividade e a gerir melhor o seu dia a dia e as suas tarefas, como uma segunda profissão. Conheça um pouco mais dessa paulistana multitarefas e super organizada.

 1 – Conte um pouco sobre sua experiência profissional.

Já trabalhei em diversas agências de publicidade e, atualmente, trabalho em uma empresa chamada Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, onde sou responsável pela área de disseminação da cultura de segurança da informação. Também trabalho para a Call Daniel, empresa de treinamentos com foco em produtividade e GTD, auxiliando no marketing digital. Paralelo a isso, claro, eu também sou editora do blog Vida Organizada, que existe desde 2006, onde escrevo diariamente sobre gestão do tempo, produtividade e organização da vida no geral. Associo esses trabalhos com atividades paralelas, como ministrar palestras, fazer workshops, dar aulas e escrever o meu primeiro livro impresso, que será publicado em agosto.

2 – Como e quando descobriu o Evernote? 

Conheci o Evernote na época do seu lançamento no Brasil, mas nunca tinha entendido muito bem como ele poderia me ser útil, deixando de lado qualquer iniciativa. Me cadastrei em 2011, mas somente no ano passado eu me apaixonei pela ferramenta e vi o quanto eu tinha perdido de tempo! Lembro muito bem de ter pensado: “Agora eu finalmente entendo porque todo mundo ama o Evernote! Eu deveria ter prestado mais atenção”.

3 – Você usa Evernote em seu dia a dia? Como O Evernote ajuda a melhorar os processos de trabalho e a sua vida pessoal?

Uso o Evernote para absolutamente tudo relacionado à organização no meu dia a dia. Utilizo um método de organização chamado GTD há muitos anos e ele pode ser implementado de diversas formas no Evernote. Aliás, o que é realmente bom no Evernote é a flexibilidade para você personalizar sua organização da forma que funcionar melhor para você. Eu vivo testando novas maneiras para facilitar os meus processos.

 Thais Coutinho: uma Vida Organizada com o Evernote

4 – Como você se organizava antes de conhecer o Evernote?

Como eu já utilizava o GTD, sempre me virei bem com outros aplicativos e formatos, como ferramentas em papel. Porém, o grande triunfo do Evernote é justamente a possibilidade de juntar tudo em um único lugar. Eu costumava usar um aplicativo para tarefas, outro para despesas, outro para arquivos, outro para lista de compras, outro para listas e por aí vai! Fora que eu não tinha o hábito de digitalizar arquivos em papel, justamente por não ter um sistema eficiente de armazenamento, com fácil acesso. Eu me organizava, mas sempre faltava alguma cola que unisse tudo.

5 – Conte um pouco sobre o Vida Organizada e qual é o papel do Evernote no dia a dia do blog.

O blog nasceu como um hobbie, pois é um assunto que eu sempre gostei muito e queria compartilhar: dicas de organização. Ele entrou no ar em outubro de 2006, recebe mais de 160 mil visitantes por mês e cerca de 1 milhão de pageviews mensais. Foi eleito o melhor blog na categoria Casa e Decoração no Prêmio Top Blog 2012, através de júri popular. Constantemente participo de reportagens sobre organização em veículos diversos, como revistas, jornais e emissoras de rádio e tv. O blog cresceu muito e se tornou parte de mim, tendo um papel muito importante no meu desenvolvimento tanto pessoal quanto profissional.

Utilizo o Evernote para organizar toda a minha vida, então não poderia ser diferente com o blog. Utilizo como repositório de ideias para posts, através do Clearly, e também escrevo muitos rascunhos na própria ferramenta, especialmente quando estou viajando. Arquivo meus posts publicados e clipping relacionado ao blog. Também tenho um arquivo de clientes que realizam ações comerciais, referências para o design, artigos sobre o ofício de blogging e escrita no geral, brainstorms, mind maps, arquivos em áudio e o tipo de ideias relacionadas. Eu não sei como eu poderia ter isso em ordem senão fosse pelo Evernote, porque é muito fácil desenhar em um papel, digitalizar e enviar para lá, ou criar uma nota, ou mesmo coletar um artigo ou página da web para guardar. Antes eu salvava no meu computador, mas nem sempre isso dá certo, e não é nem um pouco prático. E ainda tem aquele um monte de pastas que eu tinha com papéis, arquivos e reportagens guardadas. Tudo isso tomou uma nova proporção com o auxílio do Evernote, pois o acesso ficou fácil!

6 – Qual(is) a(s) diferença(s) na vida de uma mulher multitarefa antes e depois do Evernote?

Tudo o que eu comentei na resposta acima se aplica aqui também. Não só para os arquivos relacionados ao blog essa transição foi importante, mas para todo o resto. Já perdi a conta de quantas vezes meu marido precisou de um comprovante ou documento e eu simplesmente encaminhei por e-mail a nota para ele. Deixei de imprimir muito material depois do Evernote, pois o acesso offline me permite consultar o que está arquivado. Eu viajo muito, então preciso aproveitar esse meio-tempo para dar andamento em algumas atividades. Já aconteceu de eu estar escrevendo um texto importante com prazo marcado, em outro país, e só conseguir terminar porque tive acesso a todas as informações que havia adicionado previamente no meu Evernote. Não preciso sequer ser repetitiva com relação ao arquivamento de contas pagas, receitas de comidas que minha família gosta, listas de compras com fácil acesso e todo o resto, pois esses são os usos mais conhecidos do Evernote. Para mim, as principais vantagens são ter tudo facilmente acessível, a busca surreal (nunca vi uma busca que funcione tão bem, acho incrível!) e a possibilidade de compartilhamento. Também vale a pena citar o fator segurança e a chance de criptografar as notas.

7 – Algum projeto já foi realizado utilizando o Evernote?

Todos. Eu simplesmente organizo todos os meus projetos dentro do Evernote.

Tenho uma estrutura de tags que me atende bem atualmente, que é a seguinte:

1. Tarefas

2. Projetos

3. Objetivos

4. Áreas de foco

5. Visão

Dentro da tag de Projetos, tenho sub-tags diversas para projetos em andamento, concluídos, cancelados, em espera, delegados. Isso me proporciona uma visão geral muito rápida e prática no dia a dia. Semanalmente, reviso os projetos e distribuo as tarefas ao longo dos dias, de acordo com a minha agenda. Se preciso enviar um status geral de cada projeto para alguém, basta enviar uma nota que chamo de MPN (master project note), que mantenho para cada projeto, com o status de tudo, links para notas de referência etc. Esse processo é essencial para eu conseguir organizar meus projetos diariamente. Preciso ter uma organização completa dessa forma porque trabalho com muitas frentes e não posso perder tempo com desorganização.

Quanto aos cadernos, uso somente dois: Inbox e Processed. Inbox é o caderno padrão, onde entra tudo o que eu envio para o Evernote (Clearly, e-mails, recipes do IFTTT). Quando atribuo as tags adequadas, nomeio direitinho a tag e ela está pronta para uso ou arquivamento, ela vai para o caderno Processed. Já tentei trabalhar com mais cadernos, mas sempre volto para essa estrutura. Ela é bem simples e facilita para mim.

Prefiro associar as notas às tags porque tenho uma liberdade maior. Antes eu tinha um caderno chamado “Trabalho”, onde inseria todas as notas do trabalho em questão. Mas aí, por exemplo, se eu fosse viajar a trabalho, colocaria as notas relacionadas nesse caderno ou no caderno de viagens? Isso valia também para reuniões que eram associadas a mais de um projeto ou assunto em questão. Não estava funcionando para mim. Eu prefiro utilizar tags, pois considero a organização mais efetiva em termos de acesso.

Dentro de cada tag há sub-tags específicas relacionadas.

Thais Coutinho: uma Vida Organizada com o Evernote

8 – Como você acha que a sua vida seria hoje sem Evernote?

Veio à minha mente o quadro “O Grito”, do Edward Munch. Serve como resposta?

Falando sério, não consigo imaginar. Promoveu grande facilidade para mim em todos os aspectos da minha vida. Fora que é empolgante buscar novas soluções de organização. Isso se tornou até um hobby – tenho uma tarefa semanal que é “trabalhar na minha taxonomia no Evernote”, onde eu fico brincando com as tags e buscando uma organização mais simplificada e efetiva. Eu adoro fazer isso.

9 – Quais dicas você daria para alguém que é muito desorganizado e quer começar a se organizar utilizando o Evernote?

Jogue tudo no Evernote e nomeie bem as notas, de forma intuitiva. Se fizer isso, não precisa nem se preocupar com a estrutura de cadernos e tags, pois a busca do Evernote é excelente. Aos poucos, você pode ir montando uma estrutura, se sentir necessidade, de acordo com o que você precisa e funciona para você visualmente.

 10 – Houve algum episódio em que o Evernote “salvou o dia”?

Praticamente todos os dias eu agradeço ao Evernote por existir, porque sempre acontece algo bom relacionado a ele. Acho que a sensação de alguém te pedir uma informação, você encontrar em instantes e enviar por e-mail para essa pessoa é impagável. Te dá um sentimento incrível de que tudo está sob controle, que não é preciso manter informações desnecessárias em mente, porque as coloquei em um repositório na nuvem.

Siga a Thais no Twitter: @thais e @vidaorganizada.

business

Evernote Business

Ideal para as empresas. É o Evernote, adicionando uma melhor colaboração.

Saiba mais
Ver mais histórias em 'Dicas e Histórias'

17 Comentários RSS

  • Marcia Sisi

    Maravilha, muito bom ver como a tecnologia pode facilitar nossa vida. Obrigada por compartilhar sua experiência Thais!

  • Milena

    O blog da Thais me introduziu ao GTD e me fez valorizar o evernote que há 3 meses uso intensamente e estou AMANDO!!! Obrigada Thais!!!

  • Robson Rangel

    Muito bom a matéria. Adoro a Thais, não perco o seu blog e hoje uso o evernote com mais produtividade graças a ela.

  • mvidigal

    Que bom Milena!!!
    Esperamos te ver aqui mais vezes!

    Equipe Evernote

  • Tatiana Guimarães

    Oi Thais! Tudo bem??? Após ler o livro do David Allen, comecei essa semana a usar o Evernote, e minha dúvida é: Como criar as sub-tags? Existe algum local específico?? Obrigada

  • Thais Schmidt

    Eu usava o Evernote (pessoal) em paralelo ao OneNote (profissional). Com o passar do tempo e com as dicas que a Thais foi colocando no blog, me apaixonei pelo Evernote, abandonei a outra ferramenta e meio que “vivo” com o Evernote. Ah! Outra dica boa que peguei no blog da Thais foi o IFTTT. Tudo ficou mais fácil, organizado e “pronto” pra ser consultado a qualquer momento.

    Parabéns, Thais!
    @ximitinha

  • Margarida

    Conheço o blog da Thaís há oito meses e estou amando porque está me ajudando a colocar em ordem minha casa e minha vida que viraram um caos após o meu divórcio. É impagável a sensação de ver minha vida voltando ao normal com as dicas de organização encontradas no blog. Parabéns Thaís, você realmente tem ajudado muitas pessoas! Baixei o aplicativo do evernote no meu celular, mas ainda não estou sabendo como usar. Ler esta entrevista foi tudo de bom, no sentido de me dar mais ânimo para continuar tentando a me organizar. As palavras dela nessa entrevista é uma grande injeção de ânimo.
    Só tenho a agradecer-lhe pela grande generosidade em ajudar pessoas. Pode ter certeza de que sou uma delas.
    Virei fã de carteirinha de seu blog e o acesso praticamente todos os dias… rsrs
    Beijos.;

  • Nayara

    A Thais e o EN estão fazendo o meu grito de desespero (Edward Munch) virar um grito de independência (Pedro Américo).

  • Gilberto

    Eiii, como faço para assinar o feed desse blog? O link parece estar quebrado.

  • mvidigal

    Oi Brena,
    Obrigada pelos comentário e esperamos te ver em breve!

    Equipe Evernote!

  • Gostaria de saber como criar as sub-tags no Evernote para Iphone. Pois fica bem difícil de me organizar de forma eficiente nos estudos sem sub-tags.

    Sem Mais.

  • Erico

    Olá Thais, tudo bem?
    Excelente experiência e dicas sobre o Evernote. Atualmente, obtive a conta Premium e isso está tornando minha vida mais produtiva e como você citou ao final do artigo, eu também possuo esse hobby (um dos) de ficar trabalhando melhores sistemáticas de como o Evernote pode ser melhor. Se forme bem explorado, isso acaba virando um vício, vício de organização. Sucesso!

  • Leandro Vicente

    A Thaís é sensacional! Eu conheci o blog em Agosto de 2013 pois busquei no Google algo do tipo “Dicas de Organização” e logo o blog dela apareceu nos resultados. Desde então eu tenho acompanhado seus posts e às vezes recomendo algum post para um amigo… Ainda me considero bastante desorganizado mas a culpa é da minha preguiça de implementar as dicas que tenho lido! No entanto estou disposto a começar a utilizar o Evernote e o método GTD, isso graças a Thaís é claro 🙂
    Preciso me organizar mais pra ontem pois além de da faculdade, de ser técnico em informática e fotógrafo eu também participo de associação de arte, realizo atividades na igreja, estudo inglês, faço favores a amigos e familiares etc
    Haja organização!

  • mvidigal

    Que legal Leandro!
    Seja bem vindo a família Evernote!

  • Robson Tavares

    Ganhei uma assinatura Premium da parceria Overnot com a Vivo, durante um ano não usei. Meu interesse aconteceu apos conhecer seus passo a passo, das 10 dicas que tem em seu blog. Faz um mês que estou usando, tenho muito que aprender mas estou conseguindo entender GTD junto com o Evernot, graças ao desprendimento de estar passando os seus anos de experiencia em organizar. Meus parabéns e muito obrigado Tais

  • Muito interessante o assunto. Mas minha reclamação são essas dores. Quando tive uma crise de dor lombar, o médico me falou desse colchão magnético . Alguém aqui conhece? Ouvi dizer que trata até insonia e dor nas costas.

  • http://www.perderbarrigavou.com

    Excelente artigo! O evernote tem ajudado bastante no processo de organização de informação.