Dicas e Histórias

Anote seus pequenos avanços para amplificar o sucesso

Anote seus pequenos avanços para amplificar o sucesso

Escrito por Evernote Brasil, em 19 jun 2017

Escrito por Evernote Brasil, em 19 jun 2017

Comentário

Se você está lendo o Blog Evernote, existe uma grande chance de você ser alguém que gosta de realizar as coisas. De fazer acontecer.

Mas você já suspeitou que a maneira como está abordando sua lista de tarefas e planejamento geral está comprometendo sua eficácia? Talvez seus processos estejam aumentando o estresse ou ansiedade (perturbadores conhecidos da solução de problemas) e atrapalhando seu pensamento criativo.

A força do progresso

É interessante notar que, de acordo com pesquisas, ter uma noção de realizar progresso com trabalhos que valem a pena para nós é o fator mais influente para maximizar a produção criativa em longo prazo, as emoções positivas e a motivação. O problema é que, para alguns de nós, focar no que está por vir (por exemplo: nossas listas de tarefas) significa passar direto por nossas vitórias, não importando se são grandes ou pequenas. Como treinamos a nós mesmos ao longo do tempo para perceber o progresso? Já mantemos uma lista de tarefas. Por que não adicionar uma lista de tarefas feitas?

Uma lista de tarefas feitas é um registro das tarefas que você concluiu. Manter uma lista de tarefas feitas tem o poder de fortificar sua motivação e aumentar emoções positivas como alegria e orgulho. Elas podem fazer com que a produtividade criativa seja mais sustentável ao ajudá-lo a experimentar uma noção de progresso do trabalho que importa para você.

O sucesso deixa pistas

O renomado empreendedor e investidor Marc Andreessen, cofundador do Netscape, ousadamente chama isso de “Lista Anti Tarefas”. Durante anos, Google tinha um processo chamado “Snippets”, que pegou em empresas como FourSquare, Buzzfeed e Shopify. Snippets é o processo que as empresas usam para reunir o que os funcionários conquistaram e no que estão trabalhando, geralmente semanalmente. Depois eles disponibilizam essas informações internamente para que qualquer membro da equipe consiga ver o que está acontecendo em outros departamentos.

No caso do FourSquare, os funcionários dão até mesmo feedback nos Snippets do CEO Dennis Crowley.

Todos esses sistemas se referem ao processo de refletir e escrever o que você fez. Criar uma lista de itens concluídos possui o efeito quase mágico de ampliar a motivação e a produtividade de tarefas que importam. Como seria maravilhoso concluir cada dia focado nas suas conquistas, em vez da montanha interminável de tarefas esperando por você na manhã seguinte?

Quando refletimos sobre o progresso, praticamente o metabolizamos. Anote tarefas concluídas, e veja-as como “vitórias”, ou um progresso rumo ao(s) seu(s) objetivo(s) final(is), e você pode externalizá-los e reconhecê-los. ” Escrever, assim como falar, requer traduzir pensamentos em palavras, o que externaliza estes pensamentos e nos permite enxergá-los pelo que são para que possamos seguir adiante. Esclarecer permite a possibilidade.

No processo de rever e escrever nosso trabalho, geralmente descobrimos aprendizados que não percebemos em tempo real. A capacidade de olhar para trás é perfeita. Olhar para um projeto completo em retrospecto, nos permite enxergá-lo dentro de um contexto maior. Conseguimos analisar de maneira mais rápida e mais precisa por que certos aspectos foram desafiadores e as maneiras como tivemos sucesso, depois aplicarmos esta consciência em tarefas futuras. Por exemplo, se você acha que teve uma semana bem sucedida, então aplique esta consciência em tarefas futuras. Por exemplo, se você sente que teve uma semana estressante, talvez você possa fazer esta lista e perceber que sua atenção estava dividia entre muitos projetos. Nas próximas semanas, você pode usar o conhecimento recém descoberto dessa consciência para reverter seus dias para focar em um grande projeto por vez.

Deixe que o momento faça parte do trabalho

Se você está planejando estrategicamente, isso quer dizer definir os itens em sua lista de tarefas de maneira compreensiva para atingir objetivos específicos, conquistar uma tarefa ou conjunto de tarefas discretas é uma “vitória”. Pesquisadores perceberam há muito tempo o poder especial da pequena vitória, a qual o psicólogo organizacional Karl Weick define como “um resultado concreto, completo e implementado de importância moderada”.

Weick mostra que pequenas vitórias possuem força além de si próprias. “Assim que uma pequena vitória é conquistada, as forças são colocadas em movimento que favorecem outra pequena vitória”, explicou Weick. “Quando uma solução é posta em prática, o próximo problema solucionável geralmente se torna mais visível.”

Se refletir sobre nossas vitórias as torna mais “reais”, e pequenas vitórias ajudam a gerar vitórias maiores e mais frequentes, o mínimo que podemos fazer é escrevê-las como realizações, certo?

A conexão entre vitórias, emoção e motivação

Vitórias também realçam emoções positivas e motivação intrínseca, que resultam em mais produtividade criativa.

Em O Princípio do Progresso, os psicólogos Teresa Amabile e Steven J. Kramer analisaram mais de 12 mil registros de diários escritos por 238 funcionários de empresas. Eles descobriram que nos dias em que os funcionários experimentaram progresso, eles relataram emoções positivas como alegria e orgulho. Somos mais produtivos quando estamos felizes. Em outras palavras, a emoção positiva é uma vitória para todo mundo.

Em sua pesquisa, Amabile e Kramer descobriram algo fascinante: ao contrário do que é comumente tido que a pressão negativa cria um desempenho melhor, em “dias de progresso”, as pessoas estavam mais intrinsecamente motivadas. Em outras palavras, nos dias em que os funcionários sentiram o progresso e as emoções positivas que vem junto com eles, estavam mais inspirados a trabalhar baseados no interesse do trabalho em si em vez de fontes extrínsecas como elogio e incentivo. Porém, em “dias de retrocesso”, as pessoas estavam menos motivadas intrinsecamente e extrinsecamente.

Dado que nem sempre podemos controlar fontes externas de motivação, como reconhecimento de nossos chefes, familiares e colegas, extrair de nossa fonte interna de motivação ao reconhecer vitórias é uma estratégia de sucesso. A lista de tarefas concluídas significa que podemos criar motivação não importa onde nos encontramos ou o que acontece a nossa volta.

Como implementar a psicologia de uma lista de tarefas concluídas

Manter uma lista de tarefas concluídas além de sua lista de tarefas é uma maneira simples e rápida de aumentar o sucesso e o bem estar. Como você cria estas listas de uma maneira que se encaixe nas suas necessidades?

Aqui estão algumas abordagens para você tentar:

  1. Toda sexta feira, separe 10 minutos para anotar suas vitórias da semana. Se for útil e relevante, após cada tarefa que você concluir, escreva quaisquer aprendizados ou mudanças que você gostaria de implementar no futuro. Pesquisas sugerem que escrever à mão ativa áreas diferentes e mais críticas do cérebro do que digitando.
  2. Mantenha uma lista de tarefas concluídas para cada projeto no qual você trabalha. Isso pode ajudá-lo a ter uma noção de progresso em um objetivo discreto, especialmente algum que pareça cabeludo ou esmagador.
  3. Encoraje todos os times que você gerencia ou trabalha com a discutir o progresso periodicamente. Isso pode significar começar reuniões fazendo com que cada membro da equipe compartilhe suas vitórias mais recentes – o que eles fizeram – ou pedir às pessoas que enviem por e-mail seus pontos de progresso aos seus gerentes relevantes.

 

Premium

Evernote Premium

Atualize para obter recursos que o ajudam a viver e a trabalhar de forma mais inteligente.

Seja Premium
Ver mais histórias em 'Dicas e Histórias'